site logo
 

PUBLICIDADE

img

Outubro Rosa: Mr. Cheney e Casa de Apoio São Luiz0 comentário

Vem Aí

Tamanho da fonte A A

Publicado em 05/10/2018 11:45

 

Durante todo o mês de outubro, o Mr. Cheney irá vender o Cookie Rosa para arrecadar fundos para a Casa de Apoio São Luiz, administrada pela mãe do cantor Leonardo, dona Carmem Divina da Silva. O cookie é feito com massa de baunilha, chocolate branco belga e brigadeiro. Custa R$ 11 reais. Ele pode ser comprado nas duas unidades do Mr. Cheney: no Goiânia Shopping e no Shopping Flamboyant.

 

A escolha da instituição para o mês de conscientização ocorreu quando o dono das franquias goianas da loja de cookies, Henrique Kuntzler, visitou a casa que atende hoje até 84 pessoas por vez. “Fui visitar e fiquei impressionado, o lugar é sensacional e Dona Carmem cuida de tudo com muito amor e zelo. Era um sonho do filho Leandro que ela realizou”, declarou ele.

 

Após 20 anos da morte do sertanejo Leandro, a mãe, dona Carmem Divina da Silva, de 82 anos, continua se dedicando a um dos sonhos do filho: administrar a Casa de Apoio São Luiz, que oferece, de graça, estadia, alimentação e transporte para pessoas com câncer se tratarem na Região Metropolitana de Goiânia.

 

O cantor morreu no dia 23 de junho de 1998, em decorrência de um tumor raro na região do tórax. Na época, ele tinha 36 anos. Assim que soube da doença, Leandro buscou a ajuda da mãe para implantar o projeto, mas não chegou a ver o funcionamento da instituição. Em sua homenagem, o local possui um grande acervo, com violões, roupas e discos que eram do sertanejo.

 

A Casa de Apoio São Luiz fica em Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital, e atende até 84 pessoas por vez. Por ano, a média é de 700 atendimentos. A instituição acolhe, sem nenhum tipo de cobrança, o paciente e um acompanhante pelo tempo que precisarem ficar. Alguns já ficaram até cinco anos consecutivos no local.

 

Os assistidos vêm de vários estados do Brasil e do interior de Goiás para passar por tratamento em Goiânia e recebem estadia, alimentação e transporte de ida e volta para o hospital todos os dias.

 

Dona Carmem vai toda terça e quinta à Casa de Apoio ver os pacientes e, junto com outras voluntárias, aproveita para costurar. Elas fazem colchas, lençóis e roupas de todos os tipos. Alguns pacientes que precisam podem ficar gratuitamente com as peças, enquanto as demais são vendidas na própria instituição para ajudar a arrecadar verbas para o local, que é mantido por meio de doações.

 

PUBLICIDADE

img

Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será divulgado

O autor do comentário é o único responsável pelo conteúdo publicado.

PUBLICIDADE

img

PUBLICIDADE

img

AGENDA

< >

img

Av. D, nº 419, sala 401, Ed. Comercial Marista

Goiânia - GO / CEP:74.150-040

(62) 9946-0186

[email protected]