site logo
 

PUBLICIDADE Fechar[x]

img

PUBLICIDADE

img

Rogério Cruz apresenta avanços na mobilidade de Goiânia0 comentário

Vem Aí

Tamanho da fonte A A

Publicado em 12/08/2022 02:43

 

Foto: Divulgação


O prefeito Rogério Cruz participou, nesta quarta-feira (10/08), em São Paulo, de evento da Associação Nacional de Transportes Públicos (ANTP), com tema “Transporte público metropolitano e gestão da crise de mobilidade após as eleições”. Ancorado pelo vice-presidente da ANTP, Cláudio de Senna Frederico, e moderado pelo jornalista Alexandre Pelegi, o bate-papo também contou com a participação do prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo.

 

O evento integra atividades da 35ª edição do Seminário Nacional NTU 2022, que ocorre em paralelo com a LAT.BUS Transpúblico, Feira Latino-americana do Transporte, e maior evento em mobilidade urbana da América Latina.

 

Ao público, Rogério Cruz apresentou avanços na mobilidade de Goiânia, e ressaltou investimentos para que “qualquer cidadão possa utilizar transporte público”. “Conseguimos avançar a partir de investimentos, principalmente em tecnologia. No caso de Goiânia, nos reunimos com o governo estadual e prefeituras da Região Metropolitana para superar as dificuldades”, ressaltou, ao destacar que a decisão de subsidiar o transporte impediu o aumento da passagem, que está congelada em R$ 4,30, desde 2019.

 

O prefeito detalhou que “o subsídio compartilhado é um avanço histórico”, uma vez que as tarefas foram divididas entre o governo estadual e as principais cidades que integram a Grande Goiânia, beneficiando cerca de 2,5 milhões de habitantes. “Goiânia arca com o subsídio de 41,2%, Estado de Goiás com 41,2%, o município de Aparecida com 9,4%, e Senador Canedo com 8,2%”, destacou.

 

Responsabilidade compartilhada
O âncora Cláudio de Senna Frederico apontou falta de engajamento por parte do Governo Federal no problema. Segundo o engenheiro, os prefeitos são os principais agentes de enfrentamento do problema da crise, e contam com pouco auxílio nacional. “Há pouco reconhecimento do governo federal em relação ao transporte ser um problema do país”, ressaltou.


O prefeito de Porto Alegre e vice-presidente de Mobilidade da Frente Nacional de Prefeitos, Sebastião Melo, por sua vez, afirmou que o Brasil nunca teve uma política pública perene de infraestrutura, financiamento de modais e integração de sistemas para as cidades. “Temos 86% dos brasileiros vivendo nas cidades, os prefeitos estão colocando recurso público para o transporte, mas o governo federal virou as costas”, disse.


Rogério Cruz destacou que objetivo da capital goiana é atrair todos para o transporte público, e isso é feito a partir de melhorias no serviço prestado à população. “Transporte de qualidade é dignidade, e apostamos em melhorias para atrair todos, até quem tenha outro meio de locomoção, para que decida utilizar o transporte público. Isso alivia as vias públicas”, disse.


O prefeito ainda falou sobre os novos bilhetes já lançados em sua gestão e novos produtos que se tornarão realidade, em breve, na capital. O Bilhete único, por exemplo, encurta viagens em cerca de 50 minutos por dia, ao permitir que os usuários troquem de ônibus sem pagar nova passagem. Outra novidade é o Passe Livre do Trabalhador, que permite aos funcionários realizar até 8 viagens por dia, sem aumentar os custos para as empresas que fizerem adesão à modalidade. 

 

Comentários

Deixe um comentário

Seu email não será divulgado

O autor do comentário é o único responsável pelo conteúdo publicado.

PUBLICIDADE

img

PUBLICIDADE

img

AGENDA

< >

img

Av. D, nº 419, sala 401, Ed. Comercial Marista

Goiânia - GO / CEP:74.150-040

(62) 9946-0186

[email protected]